A importância da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no panorama atual de segurança digital foi discutida em uma reunião significativa na última sexta-feira (23). O encontro, que aconteceu entre a controladora Geral do Estado, Adriana Araújo, a secretária executiva de Gestão Interna da Secretaria de Estado do Governo, Adely Meireles, técnicos da secretaria e a consultora em Governança de Dados, Deisielle Souza, destacou o início da implementação da LGPD na gestão do Estado. Este é apenas o primeiro de muitos diálogos que o Comitê de Proteção de Dados (CPD) pretende realizar com todas as secretarias e empresas da gestão estadual.

O Papel Essencial da LGPD

Os encontros promovidos pelo CPD visam apresentar a LGPD aos servidores e conscientizá-los sobre a importância crítica da gestão de dados, seja internamente ou relacionada aos dados da população em geral. “O CPD está realizando reuniões para normatizar e criar uma política de proteção de dados no Estado, por isso precisamos realizar um trabalho de conscientização junto aos servidores, que a partir de agora precisam seguir normas de proteção de dados”, explicou Adriana Araújo. Ela salienta que apesar da LGPD ser de 2018, ainda é necessária uma unificação dos procedimentos para garantir a efetividade da lei.

Benefícios e Consequências da LGPD

A LGPD estabelece regras sobre o tratamento de dados pessoais, tanto na esfera pública quanto na privada. Deisielle Souza enfatiza que, contrariando o pensamento comum, a LGPD beneficia não apenas o serviço público, mas principalmente o cidadão comum. “Ao garantir a proteção dos dados pessoais, a LGPD aumenta a transparência e a confiança dos cidadãos nas instituições públicas“, afirma. A consultora adverte ainda que o vazamento de dados pode gerar multas milionárias e danos irreparáveis à confiança da população no governo.

LGPD: Uma Mudança de Cultura

Segundo Maria Clara Raposo, assessora especial da Secretaria de Estado do Governo, os encontros como o de sexta-feira são cruciais para padronizar a aplicação da lei. Ela reforça que o principal objetivo é sensibilizar todos os cidadãos e servidores sobre a importância da LGPD. “Precisamos mostrar a todos por que a lei veio e como ela influencia na vida pessoal de todos, na segurança financeira, no trabalho. A partir de agora nosso papel é engajar a todos na Segov para tratar os dados com mais segurança”, comenta Maria Clara.

No âmbito da segurança de dados, a implantação eficaz da LGPD é um desafio, mas também uma oportunidade crucial para aumentar a confiabilidade e segurança das instituições públicas. A conscientização e o engajamento dos servidores e cidadãos são a chave para garantir a proteção de dados na era digital.