Equipes da Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur) participaram da primeira oficina de planejamento participativo do Projeto Orla, na cidade de Coruripe, nesta segunda-feira (23). Ao longo da semana, diversas oficinas participativas serão realizadas envolvendo representantes públicos federais, estaduais e municipais, além do trade e comunidade locais para alinhar o plano.

No evento, realizado no auditório da Secretaria de Educação de Coruripe, a Setur apresentou as atividades já realizadas pelo Estado, além de indicar algumas sugestões para o planejamento da cidade.

blank

De acordo com a superintendente de planejamento e prospecção de negócios turísticos da Setur, Selefe Gomes, é importante observar o desenvolvimento sustentável da cidade além do meio ambiente. “Quando falamos em sustentabilidade, logo vem à mente as questões de preservação da natureza. Mas, no planejamento urbano, a sustentabilidade avalia também a viabilidade de todas as propostas. Não adianta chegar a uma ideia que não seja economicamente possível, ou que traga danos aos patrimônios públicos e privado, ou ainda a história e cultura da região”, destacou a superintendente.

A atividade realizada esta semana visa elaborar o diagnóstico participativo, em que todas as entidades produzem um documento detalhando a situação atual do município para que, na próxima etapa, uma consulta pública seja realizada para que soluções sejam indicadas pela população e trade turístico para os problemas observados.

A expectativa é de que em julho de 2024 as atividades sejam concluídas, e que todas as estratégias de curto, médio e longo prazos sejam entregues ao poder público em um relatório elaborado colaborativamente ao longo destas oficinas.

Além da Setur, participam do Projeto Orla de Coruripe a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh), Instituto de Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e Prefeitura de Coruripe.