Ascom / Ronda no Bairro

SSP e Ronda no Bairro discutem mecanismos de combate a trotes em Alagoas

Representantes da chefia do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e do Programa Ronda no Bairro se reuniram, nesta sexta-feira (11), para buscar melhorias no atendimento do 190. O número da Polícia Militar só deve ser acionado em casos de urgência e emergência na área de segurança pública.

O encontro, que aconteceu na sede da Secretaria da Segurança Pública, no Centro de Maceió, teve como foco a busca por mecanismos de combate ao crescente índice de trotes e ligações informais, que sobrecarregam as linhas telefônicas do 190, ocupando agentes que poderiam estar mobilizados em emergências policiais.

Desde 2021, o serviço de atendimento à população é operado por integrantes do Ronda no Bairro, que é administrado pela Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev). A equipe é responsável por repassar as ocorrências para o Centro de Operações da PM (Copom), que também fica localizado na sede da SSP e distribui as guarnições para as demandas.

Para o chefe do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), capitão Luís Fernando Alencar, a reunião foi importante para alinhar melhorias e buscar mecanismos para coibir a prática de trotes ao serviço. “A partir do que discutimos hoje, vamos fazer um estudo dentro da secretaria para propor uma atualização dos decretos já existentes a respeito de trotes e ligações indevidas aos números de emergência buscando, assim, a modernização das ações que punam os autores desse tipo de ligação”, explicou.

O coordenador do Teleatendimento do Ronda no Bairro, tenente Costa Neto, lembrou ainda que esse tipo de ligação atrapalha a agilidade das ações, prejudicando a população. “Queremos adequar a lei estadual para diminuir o índice de ligações indevidas, para que possamos prestar um serviço ainda mais ágil aos cidadãos alagoanos”, lembrou.

A reunião também contou com a presença do superintendente do programa Ronda no Bairro, coronel Cícero Silva; do chefe de Articulações Operacionais do Ciosp, cabo Nathan Porto, e da assistente administrativa da coordenação do Teleatendimento, Célia Carvalho.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

PM-AL FORMA NOVOS NEGOCIADORES DE CRISES EM CURSO REALIZADO EM SERGIPE

A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) agora conta com dois novos negociadores de crise. O …