Alagoas inicia o Agosto Lilás – mês de combate à violência doméstica – com uma redução de 21% no número de feminicídios registrados de janeiro a julho deste ano, em comparação com o mesmo período em 2022. Os dados foram apresentados na manhã desta terça-feira (08) pelo governador Paulo Dantas, durante entrevista coletiva no Palácio República dos Palmares. Já em comparação com o mesmo mês do ano passado, a redução é de 80%.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), de janeiro a julho deste ano foram registrados 15 feminicídios em Alagoas,  contra 19 no mesmo período do ano passado. Já no comparativo entre junho e julho deste ano, ocorreu a redução de 66% no registro de feminicídios.

O governador Paulo Dantas destacou a atuação das forças de segurança pública no combate à violência doméstica, e afirmou que o Estado vai seguir investindo na ampliação das redes de apoio de acolhimento das mulheres.

“Temos ampliado nossas ações de combate e prevenção à violência contra mulher, e a união de esforços das forças de segurança resulta em redução significativas. Ainda não está perfeito, porque gostaria de vir aqui anunciar índice zero de feminicídios, mas tenham certeza que o Estado não vai medir esforços para combater este tipo de crime”, afirmou.

O delegado-Geral da Polícia Civil, Gustavo Xavier, aproveitou a oportunidade para informar à imprensa que as polícias Civil e Militar estão empenhadas nas buscas para prender Leandro Pinheiro Barros, indiciado como autor do feminicídio contra a jovem Mônica Cavalcante, em São José da Tapera.

blank

“Tenham certeza de que as polícias estão empenhadas nas buscas pelo acusado. Concluímos o inquérito, que já está com o Ministério Público. Agora nos resta encontrar e prendê-lo”, afirmou.

Também estiveram presentes à coletiva o deputado estadual Silvio Camelo; o secretário Executivo da SSP, delegado José Carlos; o comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Paulo Amorim; o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Jacques Wolbeck; Manoel Messias (Polícia Científica), e os secretários de Estado Roseane Vasconcelos (Gabinete Civil); Caroline Balbino (Desenvolvimento Econômico); Diogo Teixeira (Ressocialização); Kelman Vieira (Prevenção à Violência), Joaldo Cavalcante (Comunicação); e secretário Executivo de Comunicação, Wendel Palhares.