O estado de Alagoas tem se destacado por sua paridade de gênero em suas secretarias e a presença das mulheres em posições de liderança. A gestão do governador Paulo Dantas tem promovido ações que valorizam o empoderamento feminino, dando destaque às alagoanas que ocupam espaços importantes para o desenvolvimento econômico do estado.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Sedics) tem realizado ações que buscam mapear e reconhecer as mulheres na indústria, cooperativismo e artesanato. Laís Amorim é uma das empresárias do ramo têxtil que está há 28 anos no mercado e inaugurou uma nova fábrica em São Miguel dos Campos, dando oportunidades de capacitação e empoderamento para mulheres da região.

A paridade de gênero no secretariado de Alagoas é um grande avanço para as alagoanas e um exemplo para o país, segundo a secretária da Sedics, Caroline Balbino. Ela reforça a importância da presença das mulheres em todos os segmentos, mostrando que estão aptas e são capazes de fazer a diferença em qualquer área de atuação.

A Secretaria Executiva de Cooperativismo, Associativismo e Economia Solidária foi criada com o objetivo de incentivar e promover o cooperativismo em Alagoas, beneficiando agricultores familiares e membros de cooperativas em todo o estado. Um exemplo de cooperativismo em Alagoas é a Associação Dom Helder Câmara, formada por 56 cooperadas, todas mulheres, que cozinham, plantam, vendem e empreendem.

Outro grupo que destaca o empoderamento feminino é o Café na Mesa, de Girau do Ponciano, comandado por Maria Josélia. São 17 mulheres que utilizam a macaxeira como base dos salgados e doces produzidos, agregando valor à entrega. O grupo foi mapeado pelo programa Alagoas Maior, que buscou potencial de mercado em suas atividades.

O cooperativismo alimenta mais de 300 mil alagoanos e gera empregos diretos e indiretos para cerca de 200 mil pessoas por meio das mais de 240 cooperativas espalhadas pelo estado. As ações promovidas pelo Governo de Alagoas buscam valorizar e reconhecer o papel das mulheres no desenvolvimento econômico do estado, mostrando que a igualdade de gênero é fundamental em todos os segmentos.