A madrugada, manhã e início da tarde desta quinta-feira (19) foram intensas para os futuros soldados da Polícia Militar de Alagoas. Após seis meses de Curso de Formação de Praças (CFP) chegou o momento da Ascensão Militar. O momento já se tornou uma tradição do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e marca um rito de passagem na construção da identidade militar.

Os 719 soldados alunos do CFP, distribuídos em 21 pelotões Polo CFAP Maceió, participaram da Marcha Administrativa que iniciou às 3h30 e se estendeu até, aproximadamente, 14h com percurso total de quase 21 quilômetros. Um dos pontos altos da atividade foi a troca de uniforme. Após chegada e checagem da tropa ainda na madrugada, chegou o momento de trocar o fardamento de forma definitiva para embarcar nos ônibus e, por fim, seguir em marcha.

blank

Os alunos se despediram da calça jeans, tênis e camisa branca de algodão característico do uniforme de adaptação que utilizavam desde o início do curso – vestimenta também chamada de “bichoforme”, no linguajar militar. E agora passam a usar de forma definitiva o uniforme de instrução da PM composto por itens como calça, gandola (parte superior), camisa interna, gorro, coturno e equipamentos.

Após o desembarque, a marcha a pé de fato começou. O ponto de partida foi no Posto 7, na Jatiúca em direção ao CFAP, no Prado. Ao longo do caminho, entre paradas e pontos de hidratação, foram realizadas oficinas, a exemplo da que ocorreu em ambiente aquatico às margens da Lagoa Mundaú. Já na sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), mais instruções foram realizadas. Oficiais e monitores do CFAP estiveram distribuídos ao longo do trajeto, visualizando as condições de cada aluno, intervindo caso necessário com apoio das viaturas para sinalizar o trânsito e organizar o fluxo até retornarem ao Centro de Formação.

blank

PARCERIA

O comandante do CFAP, tenente-coronel Sílvio Lúcio destacou a Ascensão como um momento de grande relevância que já se tornou uma tradição. Ele também agradeceu ao empenho de todos os oficiais e praças do próprio Centro, além do apoio de unidades da PM (Batalhão de ROTAM, Bope e do Regimento de Polícia Montada) e do Corpo de Bombeiros que contribuíram com a marcha. O comandante agradeceu também à gestão da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) pelos ônibus para transporte do efetivo.

“A atividade faz parte do Projeto Pedagógico do Curso de Formação de Praças da corporação. Entre os objetivos estão desenvolver no Soldado Aluno qualidades como senso de organização, sociabilidade, resiliência e o espírito de corpo e também a capacidade física e mental para resistir às condições adversas da atividade policial militar”, enfatizou o tenente-coronel. Dirigindo-se aos alunos, ele enfatizou a responsabilidade de honrar a farda e a missão da Briosa.

blank

O CFP 2023 iniciou em abril deste ano. Com disciplinas teóricas e práticas, o curso tem a grade curricular voltada ao serviço operacional como armamento munição e tiro, policiamento ostensivo geral, mas também inclui disciplinas jurídicas e voltadas a polícia comunitária, ética, cidadania e direitos humanos, por exemplo. A formatura está prevista para abril de 2024.