Brunno Afonso Oliveira

Primeira Infância capacita profissionais e crianças para prevenir violência sexual

Entre os anos de 2017 a 2021 foram registrados, em Alagoas, 2.308 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes de 0 a 14. Com o intuito de reduzir essa estatística, a Secretaria de Estado Extraordinária da Primeira Infância (Secria) iniciou nesta terça-feira (25), um projeto de prevenção à violência infantil nas creches Cria, em parceria com o Batalhão Escolar da Polícia Militar e a Rede de Atenção às Violências (RAV).

A capacitação começou pelos profissionais da Creche Cria São Luís do Quitunde. Amanhã, será a vez da equipe de Matriz do Camaragibe. Na programação do projeto, haverá momentos exclusivos com as crianças.

O projeto vai acontecer em todas as creches Cria que já estão funcionando. Para 2023, a ação acontecerá em 10 unidades. Os conteúdos apresentados inseriram o conceito do que é violência sexual infantil, diferença entre abuso e exploração sexual, estatísticas, tabus relacionados aos temas, consequências às vítimas e suas famílias, principais desafios sociocomportamentais.

A coordenadora da RAV, Camille Wanderley, abordou os comportamentos, ações e omissões que configuram crime; legislação que tipifica e penalidades para as diversas condutas que se enquadram como prática de abuso e exploração sexual infantil.

O momento também foi para orientar sobre o procedimento da vítima ou testemunha, em caso de denúncia, ao buscar a rede de proteção à violência sexual; os órgãos públicos que integram a rede; suas respectivas competências e formas de estabelecer contato para tirar dúvidas, realizar denúncias e acompanhamento pós denúncia.

De acordo com a técnica do Cria, Claudia Petuba, a proposta é que os professores recebam informações e orientações para que possam abordar o tema no contato com as famílias das crianças. “Para melhor combater e prevenir casos de violência relacionados às crianças é fundamental capacitarmos os profissionais que atuam com esse público no cotidiano. Fortalecer e qualificar a rede é a garantia de cuidarmos dessas crianças de forma mais eficiente”, comentou.

 

Momento com as crianças

A Polícia Militar fará o momento com as crianças mostrando como se caracteriza a violência sexual de forma lúdica, utilizando fantoches e/ou teatro de bonecos. Outros recursos serão aplicados, como a exibição de vídeos que explicam também de forma lúdica sobre os limites do contato físico com o corpo da criança.

Em caso de denúncias partindo das vítimas, as crianças serão incentivadas a elaborar um desenho para expressar suas percepções sobre a violência sexual e sentimentos, estimuladas a representar no desenho suas vivências e realidade.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

PM-AL FORMA NOVOS NEGOCIADORES DE CRISES EM CURSO REALIZADO EM SERGIPE

A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) agora conta com dois novos negociadores de crise. O …