Metodologia está sendo desenvolvida pela Polícia Científica de Alagoas e poderá ser aplicada em outros institutos do país

Peritos Criminais de Alagoas iniciam experimentos científicos com drone para mapeamento de locais de crime

Peritos criminais da Polícia Científica de Alagoas iniciaram uma série de experimentos científicos utilizando uma aeronave não tripulada, ou drone. A técnica é conhecida como aerofotogrametria e pode ser utilizada para mapear a superfície de locais de crimes com fotografias aéreas.

Desenvolvimento de Metodologia Pericial

Wellington Melo, chefe especial do Instituto de Criminalística e perito criminal, está entre os profissionais envolvidos no projeto. Ele explicou que os experimentos visam a continuação de uma pesquisa e o desenvolvimento de uma metodologia para ser utilizada em levantamentos periciais.

Atualmente, o Instituto de Criminalística de Alagoas já utiliza frequentemente um drone adquirido pelo órgão em diversos tipos de perícias criminais. A aeronave tem auxiliado os peritos em perícias de crimes ambientais, crimes contra a pessoa e reproduções simuladas.

“Será uma metodologia voltada para obtenção de medidas em fotografias aéreas de locais de crime, na horizontal e na vertical. Dessa maneira, o levantamento técnico pericial não será finalizado no local do crime, mas poderá prosseguir e fornecer novos dados para cálculos após os exames do local”, explicou Melo.

Experimentos em Duas Etapas

O perito criminal Edson Júnior, mestre em física, informou que os experimentos estão divididos em duas etapas. A primeira foi realizada de forma prática em uma área aberta no bairro de Cruz das Almas e a segunda será interna, com inúmeros estudos.

“Nessa fase da pesquisa, posterior à análise bibliográfica, estamos estabelecendo parâmetros de distância sobre o solo, na horizontal e na vertical e fotografando em várias altitudes para obter parâmetros de distorções resultantes da perspectiva e da curvatura da lente da câmera da aeronave. A segunda etapa será a de analisar e descrever o comportamento matemático dessas distorções, criando um modelo matemático que faça previsões sobre novas altitudes e submetendo a novas experimentações”, esclareceu o perito.

Contribuindo para a Ciência Forense no Brasil

Os peritos criminais explicaram que, embora o Brasil não seja uma referência nessa área, o Instituto de Criminalística de Alagoas busca produzir conhecimento útil que possa se tornar referência na área pericial. Por isso, a metodologia que está sendo desenvolvida pela Polícia Científica de Alagoas poderá ser aplicada em outros Institutos do país e com outras aeronaves não tripuladas com mais facilidade do que o que se pratica atualmente.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

PM-AL FORMA NOVOS NEGOCIADORES DE CRISES EM CURSO REALIZADO EM SERGIPE

A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) agora conta com dois novos negociadores de crise. O …