Golpistas usam sites do Governo de Alagoas para lesar cidadãos

Golpistas usam sites falsos do Detran-AL e Sefaz-AL para desviar pagamento de IPVA

Criminosos estão utilizando sites falsos do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL) e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL) para desviar pagamentos do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) de proprietários de veículos no estado. Os bandidos oferecem o pagamento do imposto com um suposto desconto de 20% através de endereços patrocinados.

Como funciona o golpe

Ao acessar as páginas falsas (www.detran-al-com-br.blogspot.com e www.sefazal-gov.site/AL/ipva.php), o contribuinte é direcionado a um QR Code que o leva a outra página de quitação do débito. Os proprietários de veículos são instruídos a realizar o pagamento por meio de Pix em nome da empresa Pagamento Digital Ltda., que não possui vínculos com o Detran ou a Sefaz-AL, os únicos órgãos estaduais habilitados para receber o pagamento do IPVA.

Medidas tomadas pelas autoridades

A titular da Sefaz, Renata dos Santos, informou que a secretaria já registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na polícia para denunciar o golpe. Ela orienta aos proprietários de veículos a acessarem o site oficial da Sefaz (http://www.sefaz.al.gov.br/) ou do Detran-AL (https://www.detran.al.gov.br/) para efetuar o pagamento do IPVA e ressalta que o desconto real oferecido pela Sefaz para o pagamento do imposto é de 5%.

O que fazer em caso de golpe

Renata dos Santos também sugere que o contribuinte, caso tenha sido vítima do golpe, registre um BO e relate o ocorrido na ouvidoria da Sefaz, no endereço https://e-ouv.al.gov.br/. O delegado Sidney Tenório, da Delegacia de Crimes Cibernéticos, designado pela Secretaria de Segurança Pública para investigar o caso, informou que diligências já foram realizadas para descobrir o endereço IP dos sites falsos e reforçou o apelo da Sefaz para que os contribuintes tenham certeza de estarem no site correto antes de efetuar qualquer pagamento.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

PM-AL FORMA NOVOS NEGOCIADORES DE CRISES EM CURSO REALIZADO EM SERGIPE

A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) agora conta com dois novos negociadores de crise. O …