Fotos: Marco Antônio / Ascom Sesau

CAMPANHA DA SESAU DESTACA IMPACTO DOS ACIDENTES DE MOTO NA REDE HOSPITALAR

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) de Alagoas lançou uma nova campanha publicitária para destacar o impacto dos acidentes de motocicleta na Rede Hospitalar Pública do estado. Em 2023, as unidades hospitalares mantidas pelo Governo de Alagoas atenderam 13.899 vítimas de acidentes com motos, ocupando leitos que poderiam ser usados para tratar outros problemas de saúde.

Com o tema “Quem acelera demais a sua moto, chega onde ninguém quer”, a campanha visa conscientizar a sociedade, especialmente os motociclistas, sobre a importância da prudência no trânsito. A gravidade do problema é ressaltada pelos números: do total de vítimas, 7.800 foram atendidas no Hospital de Emergência do Agreste (HEA) em Arapiraca e 2.015 no Hospital Geral do Estado (HGE) em Maceió.

Segundo o cirurgião geral do HGE, Amauri Clemente, o alto número de acidentes prejudica a qualidade da assistência hospitalar. “Todas essas pessoas poderiam não ter dado entrada no HGE se os envolvidos nos acidentes fossem mais prudentes e respeitassem as normas no trânsito. Uma pessoa que ignora essas recomendações pode causar uma tragédia que interfere na saúde de outros, seja física ou mentalmente”, destacou.

Além da ocupação de leitos por longos períodos, os acidentes de trânsito geram custos elevados para os cofres públicos, recursos que poderiam ser usados em outras áreas da saúde, como o tratamento de câncer ou a implantação de novos serviços e aquisição de equipamentos.

O secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, reforçou a gravidade das sequelas decorrentes dos acidentes de moto. “Como ortopedista, já atendi várias pessoas que sofreram acidentes graves e ficaram com sérios problemas motores, muitos jovens, com anos de vida pela frente, mas que foram impactados negativamente e, em alguns casos, evoluíram para óbito. É crucial que condutores e pedestres adotem um comportamento responsável para reduzir a violência no trânsito”, orientou o secretário.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

Esclerose Múltipla: Entenda a Doença que Afeta Principalmente Mulheres Jovens

A esclerose múltipla é uma doença autoimune, crônica e neurodegenerativa que afeta o sistema nervoso …