No primeiro semestre deste ano, o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, realizou 24.581 atendimentos, conforme dados divulgados, nesta quinta-feira (10), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Notabilizada como a maior emergência pública de Alagoas, a unidade é referência na assistência a vítimas de acidentes domésticos, de trabalho, de trânsito, de violências e abusos, assim como, a grandes queimados e pessoas acometidas por Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto.

blank

O pedreiro Luiz Augusto Bernardo, de 51 anos, faz parte desta estatística. Após receber alta médica, ele agradeceu a cada profissional que lhe prestou assistência durante o período em que esteve no HGE. “Tenho muita gratidão pelo carinho, respeito e cuidados que recebi desde a minha entrada neste hospital. Fui verdadeiramente acolhido em todas as minhas queixas de saúde e fiz amizades que levarei comigo, tanto de pacientes como de profissionais”, emocionou-se o usuário.

O paciente, vítima de um AVC em maio deste ano, recebeu os cuidados necessários ao seu caso na área designada para tratamento da doença: a Unidade de AVC do HGE. Entretanto, teve um infarto agudo do miocárdio antes de receber a alta médica e foi direcionado à área cardíaca, onde foi realizado um procedimento na hemodinâmica e, felizmente, também se recuperou.

Eficiência

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, destacou que o número de atendimentos realizados pelo HGE no período de janeiro a junho comprova a eficiência da unidade. “Os alagoanos devem ter a convicção de que os profissionais mais experientes atuam na unidade, que recebe os casos mais complexos no tocante à assistência, seja no que se refere aos traumas, queimaduras e casos de AVC e infartos”, exaltou o gestor da saúde estadual.

Como o caso do pedreiro Luiz Augusto Bernardo, existem muitos outros, que apontam para a grandeza e competência do HGE, conforme destaca o diretor médico da unidade, Rodrigo Melo. “Nossa unidade salva, diariamente, inúmeras vidas, permitindo que voltem a compartilhar momentos com seus familiares e amigos após o internamento”, ressaltou o profissional.

blank

Ainda de acordo com o diretor médico do HGE, a maior unidade hospitalar de Alagoas, referência em traumas, é porta de entrada para as emergências de grande porte. “Recebemos vítimas de acidentes domésticos, de trabalho, de trânsito, as originárias das violências nas ruas, com arma de fogo ou outras armas, vítima de abusos, grandes queimados e os AVCs e os infartos”, frisou Rodrigo Melo, ressaltando que o hospital atende a maioria das assistências em saúde de Alagoas.