Trezentos profissionais de saúde participaram, nesta sexta-feira (21), do I Seminário sobre a Norma Regulamentadora NR-32, promovido pelo Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. O evento, realizado no auditório da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), no bairro Trapiche, ressaltou a importância do uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) no ambiente hospitalar.

O Seminário é uma iniciativa do Serviço de Qualidade de Vida do Trabalhador (SQVT) e contou com a participação de nomes como Alexandre Sabino, auditor fiscal do trabalho e Alda Cansanção, psicóloga e psicopedagoga, além dos médicos infectologistas Cláudio Cotrim, Ellen Tammy e Sara Dellabianca, que participaram de um bate papo sobre infecção hospitalar e doenças infecto contagiosas.

blank

Para Karlla Martiniano, engenheira de trabalho responsável pelo evento e pelo SQVT, os temas complexos retratados na NR-32 exprimem a relevância dos cuidados que os profissionais devem ter em prol da sua saúde e do próximo. “Cada um dos pontos debatidos destacam o que queremos para nós, os que amamos e nosso ambiente profissional. Usar EPIs como máscaras, sapatos fechados, entre outros, e retirar adornos como jóias, relógios e maquiagens, ressaltam essa questão. Esses cuidados são fundamentais não só para a proteção do paciente, mas, também, para aquele que cuida, que são os profissionais da saúde”, destacou.

Marcelo Casado, diretor administrativo do HGE, ressaltou a expressividade do assunto abordado. “Nossa intenção era justamente a que observamos no evento, trazer à discussão a norma que foi criada para estabelecer diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança dos trabalhadores na área da saúde. Muito bom ver a participação dos profissionais”, salientou.

blank

Também estiveram presentes no seminário, Nayara Calheiros, gerente de saúde ocupacional da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e Adeildes Rosas, médica do trabalho do Centro de Referência Técnica à Saúde do Trabalhador (Cerest). O evento teve ainda a participação de atores do Serviço Social da Indústria (SESI), que de forma precisa, trouxeram leveza ao tema, tão sério e importante.

Para o secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, o seminário promovido pelo HGE mostra o cuidado do maior hospital público do Estado em resguardar a saúde dos seus servidores e pacientes, bem como, dos acompanhantes e familiares. “Através da conscientização sobre o uso dos EPIs de forma adequada, é promovida uma medida preventiva que visa evitar os acidentes e problemas de saúde, resguardando a vida de todos que frequentam a unidade”, frisou