Carla Cleto / Ascom Sesau

Campanha de Vacinação Contra Influenza em Alagoas é prorrogada até o final de junho

A campanha de vacinação contra a Influenza em Alagoas, que inicialmente terminaria nesta quarta-feira (31), foi prorrogada até 30 de junho ou até o fim do estoque de imunizantes disponibilizado pelo Ministério da Saúde (MS), que totaliza 150.980 doses. Essa iniciativa tem como público-alvo todos os cidadãos com mais de seis meses de vida e visa prevenir infecções causadas pelos vírus H1N1, H3N2 e Influenza B, os quais são potencialmente perigosos, podendo causar hospitalizações e até mesmo levar à morte.

Vacinação em Alagoas

Para receber a vacina, basta comparecer aos postos de vacinação localizados em qualquer um dos 102 municípios alagoanos, com o Cartão de Vacinação em mãos. Importante ressaltar que para crianças de seis meses a 8 anos de idade que estejam sendo vacinadas pela primeira vez, é necessário aplicar uma segunda dose 30 dias após a primeira. No entanto, a cobertura vacinal atual está aquém do esperado. Até as 15h04 desta quarta-feira (31), Alagoas havia vacinado apenas 51,45% do público-alvo preconizado pelo MS, o que equivale a 621.976 pessoas das 1.219.186 previstas. O Programa Nacional de Imunização (PNI) estabelece uma meta mínima de vacinação de 90%.

Cobertura Vacinal por Grupo Prioritário

Quando consideramos a cobertura vacinal por grupos prioritários, percebemos que 53,44% das gestantes, 54,26% dos idosos e 42,72% das puérperas já foram vacinados contra a Influenza. No caso dos trabalhadores da saúde, 49,44% receberam a vacina; 66,86% dos professores; 45,55% das crianças e 35,26% dos indígenas. O secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, pede para que quem ainda não se vacinou compareça aos postos de vacinação e reforça que a vacina contra a Influenza é segura e tem eficácia comprovada.

Casos de Influenza em Alagoas

Conforme os dados do Ministério da Saúde, notificados no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe, Alagoas registrou 79 casos confirmados de Influenza em 2022 e, somente no primeiro quadrimestre de 2023, já foram registrados 203 casos. Quanto aos óbitos, o Sistema de Informação sobre Mortalidade aponta a ocorrência de 47 mortes em 2022 e cinco óbitos entre janeiro e abril de 2023. Portanto, é imprescindível a participação de todos na campanha de vacinação, para proteger a si e aos demais.

About Marcelo Barros, com informações do Governo do Estado de Alagoas

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

blank

CAMPANHA DA SESAU DESTACA IMPACTO DOS ACIDENTES DE MOTO NA REDE HOSPITALAR

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) de Alagoas lançou uma nova campanha publicitária para …