A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Semarh), nesta sexta-feira (28,) inaugurou a nova estrutura da Sala de Alerta. Com a participação de autoridades governamentais, sociedade civil e da equipe da Semarh, a solenidade foi marcada pela emoção e por um sentimento coletivo de busca pela melhor atuação.

“É prioridade da minha gestão a melhoria dos serviços de prevenção a desastres naturais, e a modernização da Sala de Alerta a transformou em Sala de Situação modelo. O Governo de Alagoas investiu nessa missão e agora podemos entregar à sociedade uma estrutura de última geração que vai auxiliar no salvamento de vidas, o que é mais importante”, disse o secretário Gino César.

Na cerimônia de abertura, foi exibido um vídeo que mostrou a criação da Sala de Alerta, em 2011, após as chuvas que trouxeram consequências para todo o Estado, afetou mais de 55 municípios e deixou milhares de alagoanos desabrigados. Pioneira no país, serviu de modelo para a criação das Salas de Situação para diversos estados. No evento, o superintendente de Prevenção em Desastres Naturais, Vinícius Pinho, não segurou a emoção.

blank

“A nova estrutura é uma grande realização, e eu agradeço à minha equipe, ao governador de Alagoas e ao secretário Gino César por investir. Vamos ter uma visualização melhor dos dados e uma facilidade maior de emissão de avisos e alertas. O monitoramento fica mais detalhado e fácil”, declarou o superintendente Vinicius Pinho.

Após, a coordenadora da Progestão e pesquisadora da Sala de Alerta, Fabiana Carnaúba, contou um pouco da história de Rômulo de Araújo Abreu, o grande homenageado. Formado na primeira turma de meteorologia da Ufal e primeiro meteorologista do Estado, Rômulo foi o primeiro a realizar a previsão do tempo em Alagoas e dedicou sua vida ao trabalho, atuando em estudos que influenciam até hoje na prevenção dos desastres naturais. Falecido em 2020, deixou um legado histórico.

blank

“Eu gostaria de agradecer a iniciativa da Semarh, da homenagem de dar o nome da Sala de Alerta de Rômulo, pois ele tinha muito amor pelo trabalho que desenvolvia aqui na Secretaria, sempre trabalhando com seriedade, e eu sei o quanto ele desejou essa estruturação. Estamos honrados e agradecemos a equipe e ao Secretário”, conta a cunhada de Rômulo, Wélia Silva de Miranda.

Estrutura é modelo nacional

A Sala de Alerta está sob a gestão da Superintendência de Prevenção em Desastres Naturais, criada este ano pela lei delegada número 48, visando profissionalizar e institucionalizar o trabalho de monitoramento e prevenção de desastres naturais no estado. Este ano, ganhou um novo espaço, equipamentos modernos e o nome de Rômulo de Araújo Abreu, o primeiro a fazer previsão do tempo e monitorar condições climáticas para Alagoas.

A nova estrutura conta com equipamentos modernos, um videowall que permite o acesso a até quatro plataformas diferentes de avaliação, monitoramento em tempo real das situações hidrometeorológicas de todo estado. Um grandioso videowall, composto de quatro monitores de 86 polegadas, cobrindo uma parede de mais de 2 metros de altura e 4 de largura, traz imagens de precisão. Além disso, quatro plataformas de monitoramento poderão ser acessadas simultaneamente.

blank

“O Governo de Alagoas, na gestão do governador Paulo Dantas, vai continuar investindo em tecnologia e equipamentos e em toda a infraestrutura necessária para que a Semarh recolha essas informações para as autoridades e sociedade. A gente fica muito feliz com essa inauguração, e enaltece o trabalho da Semarh na preservação de vidas, e vamos continuar trabalhando e investindo para a mitigação dos riscos e para que a população fique mais segura”, ressaltou o secretário Vitor Pereira.

Agora, a equipe técnica também terá acesso a um novo sistema em parceria com o Cemaden e a Agência Nacional de Águas (ANA), o “SALVAR”, que disponibiliza e centraliza todo o tipo de informação meteorológica, hidrológica, de deslizamento de terras, desastres naturais em uma única plataforma.

blank

“É um prazer pra gente ver a temática da gestão de eventos críticos de secas e inundações sendo valorizada no estado, essa sala foi a pioneira e agora ela foi muito melhorada, com a aquisição de novos produtos, o que melhora a prevenção e a minimização dos efeitos dos eventos críticos que causam impactos tanto econômicos como de vidas humanas. Foi muito importante a criação da Superintendência de Prevenção à Desastres Naturais e isso mostra o interesse da Secretaria em trabalhar com esses eventos, inclusive relativos à temática de mudanças climáticas. A sala ficou linda, mais funcional e permite uma maior visualização, que facilita a tomada de decisões”, destaca a representante da ANA, Alessandra Couri.

blank

Compareceram à cerimônia, representando o governador Paulo Dantas, o secretário de Estado do Governo (Segov), Vítor Pereira, a representante da Secretaria de Estado da Governança Corporativa, Aline Sampaio, a coordenadora de articulação para gestão de eventos críticos da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Alessandra Couri, o representante do Corpo de Bombeiros de Alagoas, Tenente-Coronel Clemens Barbosa da Silva, o representante da Defesa Civil Estadual, Capitão Josinaldo Dias, o representante do Batalhão de Polícia Ambiental, tenente coronel Jorge Francelino, o representante da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), professor Ruberto Fragoso, a procuradora da República Juliana Câmara, a presidente do Crea-AL, Rosa Tenório, o ex-presidente do IMA e ex-secretário de Recursos Hídricos, Marcos Carnaúba, além da família de Rômulo Abreu e representantes de outros órgãos de monitoramento de dados climatológicos.