No transporte de cargas ou de passageiros pelas estradas e rodovias, os motoristas profissionais desempenham um papel fundamental em todo o país. Por toda a responsabilidade que eles possuem, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL) orienta a categoria, que é necessário redobrar os cuidados no trânsito quando saírem para trabalhar.

Em Alagoas, o Detran tem registrado 674.281 condutores, sendo 228.179 possuem atividade remunerada na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o que representa 33,84% do total, sendo a categoria AB com o maior número de CNHs emitidas pelo órgão estadual, com 111.925, o que mostra um grande número de pessoas trabalhando utilizando motocicletas ou carros.

Para Marco Fireman, diretor-presidente do Detran-AL, esse percentual é expressivo mostrando que muitos alagoanos levam o sustento para casa trabalhando como motoristas de aplicativo, de ônibus, de vans, taxistas, mototaxistas, entregadores e caminhoneiros.

“São esses profissionais que fazem o estado se mover, sendo uma peça extremamente importante para a economia local, fazendo o transporte de alimentos, remédios, matérias primas, além do transporte de pessoas”, afirmou o diretor-presidente.

Ricardo Couto, analista de trânsito do Detran-AL, falou que todos os condutores devem ter cuidado quando pegam um veículo e saem de casa, seguindo o que determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mas os motoristas profissionais têm uma responsabilidade maior por estarem transportando vidas.

“Os profissionais que trabalham no trânsito precisam ter mais atenção, responsabilidade e consciência quando estão conduzindo um veículo e cumprir algumas exigências que constam no CTB e definidas pelo Contran. Os motoristas que fazem o transporte de cargas precisam estar atentos se os itens transportados estão cobertos e bem amarrados, dependendo do material, os profissionais irão precisar de cursos específicos, como por exemplo, para cargas perigosas”, alertou.

“E a principal orientação que podemos dar para esses profissionais são os cuidados com a saúde, que em alguns casos são negligenciados pela correria do dia a dia. Eles precisam se alimentar de maneira saudável, estar com o sono regulado, e não fazer uso de nenhum medicamento sem prescrição médica, especialmente aqueles que são estimulantes”, disse o analista de trânsito.

Depois da categoria AB, as maiores emissões de CNHs são nas categorias: B, com 47.116; AD, com 35.555; e categoria D, com 15.697 carteiras emitidas pelo Detran-AL.