O programa Brota na Grota concluiu nesta quinta-feira (16) mais uma semana de atendimentos e atividades na Grota do Arranha Céu, localizada no Chã do Bebedouro, em Maceió. A iniciativa, promovida pela Secretaria Municipal de Educação, realizou mais de 300 atendimentos, incluindo avaliações antropométricas, oficinas e sala de empreendedorismo.

As crianças da comunidade participaram de atividades lúdicas, como oficinas de contação de histórias, arte e pintura, e um campeonato de peteleco. Pedro Levi, de oito anos, foi um dos competidores e expressou sua satisfação: “Foi muito legal, já tinha jogado antes e sabia como marcar, fiz 12 gols no peteleco”.

O Setor de Nutrição e Alimentação Escolar (SANE) também promoveu uma oficina culinária na Escola Municipal Cleto Marques Luz. Raquel Vieira, gastrônoma e formadora de merendeiras, ensinou como preparar pães de cenoura, beterraba e chocolate, além de biscoitos.

Jaidê Magalhães, merendeira da escola, participou entusiasmada da oficina: “Já estive em outras oficinas, mas dessa nunca tinha feito, foi muito legal, traz a oportunidade da gente ganhar um dinheiro extra. Fiz o pão de cenoura e achei fácil, a maior dificuldade foi para fazer o formato, mas a professora foi excelente e ensinou bem”.

O Brota na Grota é considerado o maior programa de inovação e inclusão social do Brasil. Em seu primeiro mês, já realizou mais de 12 mil atendimentos em áreas de difícil acesso na cidade. Leide Serafim, técnica do setor de Desporto Escolar, destacou a importância da iniciativa: “A semana aqui na grota do Arranha Céu foi de vital importância e tivemos um resultado muito bom. Durante os dias, várias pessoas passaram pelo nosso estande e pudemos contribuir com cada uma delas”.