Marcelo Barros

NUCLEP RECEBE COMANDO DA MARINHA PARA DEMONSTRAR AVANÇOS EM PROJETOS NUCLEARES E SUBMARINO DE PROPULSÃO NUCLEAR

Na última segunda-feira, dia 13, o Laboratório de Geração Nucleoelétrica (LABGENE) recebeu uma visita de grande importância com a presença de diversas autoridades da Marinha do Brasil. Este encontro teve como foco principal discutir os avanços nas instalações do LABGENE e os planos para a construção do Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear (SCPN). Entre os presentes estavam o presidente da NUCLEP Seixas; os diretores Administrativo, Marcelo Perillo, e Industrial, CMG (EN) Sérgio Augusto; além do Chefe de Gabinete, Adeílson Telles, e os Gerentes-gerais, Genildo Araújo e Thais Acatauassu. A comitiva da Marinha foi liderada pelo Diretor-Geral da DGDNTM, AE Rabello; o Diretor de Desenvolvimento Nuclear da Marinha, CA(EN) Miranda; e o Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção de Submarinos, CA(EN) Ximenes.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Importância do LABGENE para a Defesa e Tecnologia Nacionais

O LABGENE é um componente chave para o avanço tecnológico e estratégico do Brasil, principalmente no que tange à capacidade de defesa nacional. O laboratório não apenas fortalece a infraestrutura de pesquisa nuclear do país, mas também serve como base para o desenvolvimento de tecnologias que poderão ser aplicadas em diversas áreas, incluindo a energia limpa e sustentável.

Futuro do SCPN

A futura construção do Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear representa um marco significativo para a Marinha do Brasil. Este projeto não só eleva o patamar tecnológico nacional como também reforça a soberania do país no Atlântico Sul. O submarino, com suas capacidades avançadas, será fundamental na proteção das águas brasileiras e na manutenção da paz regional.

Perspectivas de Cooperação e Desenvolvimento

A reunião ressaltou a importância da colaboração contínua entre os setores militar, industrial e acadêmico, reforçando o conceito da tríplice hélice para o desenvolvimento sustentável da Base Industrial de Defesa do Brasil. Espera-se que esta cooperação intensifique os esforços em inovação e na aplicação de novas tecnologias em programas de defesa.

About Redação Maceió em Foco

Check Also

Marcelo Barros

PAINEL DA AIAB EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS DISCUTE O FUTURO DA AVIAÇÃO E O PAPEL DO BRASIL NA INOVAÇÃO AEROESPACIAL

A Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB) realizou um painel influente em São José …