O Bibliotour na Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, equipamento do Governo de Alagoas, administrado Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de Alagoas (Secult), tem conquistado cada vez mais a atenção de leitores e turistas, proporcionando uma experiência enriquecedora e única para os amantes da literatura e da cultura local. O projeto garante uma imersão ao universo da literatura alagoana, destacando o papel do escritor Graciliano Ramos, por meio de uma visitação à estrutura da biblioteca.

O Bibliotour é um passeio guiado que permite aos visitantes conhecerem de perto os tesouros literários e culturais presentes na biblioteca. Guiados por monitores capacitados, os participantes têm a oportunidade de explorar os diversos setores da biblioteca, incluindo áreas restritas normalmente não acessíveis ao público.

blank

Para a estudante da escola Anaias de Lima, Bruna Carolayne, participar do bibliotour é uma sensação inesquecível. “Eu nunca tinha visitado a biblioteca, passaria a tarde toda aqui. Opção aqui é que não falta, esse acervo de mais de 70 mil livros é impressionante. Qualquer livro que eu precisar posso encontrar aqui”, disse a aluna.

O Bibliotour começa pelo Memorial Graciliano Ramos, que reúne uma cronologia da vida e obra do autor alagoano que dá nome à Biblioteca. Seus livros são expostos como homenagem ao escritor, cronista, contista, jornalista, político e memorialista brasileiro, natural de Quebrangulo. Mais adiante, no Memorial da Biblioteca Pública, é possível encontrar móveis e objetos de época, alguns do período da criação da Biblioteca, quando era frequentada por comerciantes para leitura de jornais e se tornou ponto de encontro para bate-papo e informação.

A supervisora da Biblioteca, Mira Dantas, destacou a importância desse projeto cultural. “É gratificante ter um local interativo e rico em cultura como a biblioteca pública, que possibilita uma viagem ao universo da cultura literária alagoana por meio dos projetos culturais disponibilizados para a comunidade”, disse Mira Dantas.

blank

“O Bibliotour é uma iniciativa que tem contribuído para a promoção da leitura e valorização das bibliotecas públicas, além de enriquecer o turismo cultural na região de Maceió. Por meio dessa atividade, a Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos se consolida como um espaço dinâmico e inclusivo, aproximando a comunidade local e os visitantes da riqueza literária e cultural de Alagoas”, disse Mira.

O prédio, que abriga mais de 75 mil livros, passou por grandes transformações ao longo dos seus 150 anos e tem muita história pra contar. Suas prateleiras apresentam um acervo diverso, que vai dos romances aos livros acadêmicos, dos periódicos aos gibis infantis, dos volumes em braille aos audiolivros, dos exemplares de autores alagoanos à obras raras.

Com uma estrutura de três andares e 54 salas, o ambiente da biblioteca não expõe somente obras literárias. Desde as paredes e os corredores os visitantes podem perceber que o local possui um vasto acervo da cultura alagoana. É durante o bibliotour que o visitante descobre que cada parte da biblioteca carrega um indício da história da literatura.

blank

Vânio Matos é professor de língua portuguesa e relatou a importância dos alunos acessarem a história que a Biblioteca Graciliano Ramos carrega. “Conhecendo a biblioteca os alunos têm acesso a uma diversidade de leitura e passam a ver que o mundo não é só o que eles conhecem dentro da sala de aula. A literatura é o principal meio de identidade de um povo. Primeiro a língua e segundo a literatura. Então, ter acesso a esse conhecimento é fundamental para que os estudantes possam valorizar a própria cultura e a própria identidade”, ressaltou o professor.

Para Luzia Rodrigues, Técnica Pedagoga da Esmal, visitas como essa são de extrema importância para que os alunos conheçam a cultura de pertencimento deles. “Aqui na biblioteca a gente pode perceber a riqueza que o acervo cultural disponibiliza como fotografia, pintura, livros, obras de artes históricas e afins. E o acesso à cultura por meio dos equipamentos culturais  aqui no nosso estado é essencial”, ponderou Luiza.

Para mais informações e agendamento, os interessados podem entrar em contato pelos canais de atendimento da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos através do e-mail [email protected] ou pelo whatsapp (82) 98882-2410.