Em comemoração ao Dia do Escritor, nesta terça-feira (25), a Imprensa Oficial Graciliano Ramos realiza encontro para ampliar as formas de impulsionar e fortalecer as ações do mercado literário e editorial de Alagoas. Foram convidados representantes de grupos, movimentos e entidades da categoria, para que todos conheçam o Projeto de Lei (PL) Ação Estadual de Incentivo ao Conhecimento Alagoano.

Em tramitação na Assembleia Legislativa de Alagoas, o PL tem como principal objetivo “a realização de atividades permanentes de divulgação e estudos das características alagoanas junto à rede de ensino em todo o Estado”, como descreve o documento. Para isso, considera como áreas de conhecimento, nas atividades permanentes: História, Geografia, Literatura, Artes Plásticas, Patrimônio Histórico, Folclore e Cultura Popular – sempre pautado no conhecimento acumulado em território alagoano.

A forma como isso deve chegar aos ambientes de ensino é por meio de produtos educativos que terão que ser aprovados pelo Conselho Estadual de Educação. Como suportes de difusão, são considerados: livros, revistas, vídeos, peças de teatro, podcasts, filmes, entre outros que sejam necessários, a partir de campanhas periódicas.

Nesse sentido, considerando os produtos educativos e as áreas de conhecimento, a Imprensa Oficial, junto ao seu Conselho Editorial, terá que se posicionar, anualmente, sobre a publicação de livros e revistas. No caso da implantação do que trata o PL, “como atividade permanente no conteúdo curricular, ficará a cargo da Secretaria Estadual de Educação, bem como do Conselho Estadual de Educação”.

Segundo o presidente da Imprensa Oficial, Maurício Bulgarim, essa é uma iniciativa que tem dado certo em outros Estados e que pode ser, também, um salto em Alagoas, tanto para prestadores de serviço, como para pesquisadores e escritores. “Nosso objetivo é colocar a Literatura, a História e a Cultura de Alagoas no protagonismo do ensino local, com destaque para os escritores e intelectuais alagoanos, que têm sido os grandes expoentes da formação do nosso Estado. Por isso, é fundamental que, neste momento, contemos com a colaboração de todos os agentes envolvidos em nossa produção literária, para que possamos construir políticas públicas efetivas, de uma forma clara, transparente, democrática e plural”, destacou.

Serviço

O encontro com os escritores acontece, a partir das 18h30, na Cil Nogueira Gastronomia, no bairro da Jatiúca, em Maceió. São esperados representantes dos grupos organizados por representantes da categoria, assim como convidados da Assembleia Legislativa e Secretarias de Estado da Educação e da Cultura.