Taylor Swift retoma as vendas de ingressos para os shows extras em São Paulo e Rio de Janeiro. Será uma oportunidade para os fãs que não conseguiram comprar os ingressos que variam de R$ 380 reais a R$ 1.050 reais.

Porém, a alta concorrência fez surgir meios que prometem facilitar a aquisição dos bilhetes. São ferramentas digitais que possibilitam a abertura de milhares de abas de espera na “fila” como alternativa mais rápida e eficaz.

Além de pagar um preço diferenciado por esse serviço, prestado por pessoas com conhecimentos digitais e com acesso a tais ferramentas, é preciso atenção, como alerta Carlos Rafael Gimenes das Neves, professor do curso de Sistemas da Informação da ESPM. “A pessoa precisa enviar seus dados, como nome e CPF, para o prestador de serviços e pode abrir espaço para golpes de engenharia social. Esses dados são até fáceis de conseguir, o problema maior é enviar documentos com fotos, comprovantes de residência”, diz Neves.

Neves lembra que essa alternativa não é recente. “Já era uma prática comum para a compra, por exemplo, de produtos de edição limitada. Mas, atualmente, mais gente começou a ter mais acesso às ferramentas”, diz.